blogsteiras

23 de agosto de 2004


Coitado dos nossos atletas olímpicos.. Todos esperam que sejam heróis e não atletas. A verdade é que o simples fato de estarem lá já é um fato fantástico.
Não é só o poder público que não dá condições para que localize, desenvolva, se crie verdadeiros atletas que possam explorar todo o potencial e se apresentar em condições de igualdade com os demais países. Os próprios patrocinadores, na maioria, se interessam na propaganda barata que terão ao assinar cheques e se dizerem patronos do esporte amador.
Que é do meio, quem vive ou viveu o esporte amador sabe das incríveis dificuldades que passam aqueles que acreditam ter algum talento especial.
O próprio povo enche estádios pra ver "atletas" do futebol profissional, que não são capazes de suportar os 50/60 minutos de jogo. A displicência, a irresponsabilidade, a arrogância desses pseudos-atletas fazem com que não tenham preparo físico e, muitas vezes, nem talento.
Mas quantos vão assistir uma competição do esporte amador?
Mas quando surge alguem que desponta, através de imensos sacrifícios e um talento acima da média, cobra-se o topo, o ponto mais alto do pódium. Concordam com a célebre frase do Senna quando disse que o "segundo é o primeiro dos últimos"..
Parece que ainda demora para que um velocista, um nadador, um arremessador venha realmente a ser ídolo e não herói da Pátria...


Padu |

Home